Unifesp inaugura ambulatório para atendimento de travestis e trans

Evento realizado no Anfiteatro Leitão da Cunha
Evento realizado no Anfiteatro Leitão da Cunha (Fonte: Unifesp)

O Núcleo de Estudos, Pesquisa, Extensão e Assistência à Pessoa Trans Professor Roberto Farina tem agora um ambulatório com diversos profissionais na área da saúde, para cuidar e incentivar o bem-estar. Áreas como, antropologia, cirurgia plástica, ginecologia, endocrinologia, enfermagem entre outras. Com a colaboração de professores e pesquisadores da Universidade, ações e pesquisas do Núcleo serão discutidas durante este ano.

Professor da disciplina de Endocrinologia, Magnus R. Dias da Silva, defendeu a importância desse trabalho. “A pessoa trans sofre por não ter acesso à saúde, em geral, por preconceito da equipe. Trabalhar com e para essa população é um constante redescobrir, e esse núcleo surge de forma a propor mudanças nos paradigmas desse atendimento, seguindo o lema ‘nada de nós sem nós’, disse o médico.

O atendimento acontece na rua Napoleão de Barros, nº 859, às terças, das 13h às 17h, conjuntamente com o Ambulatório de Medicina Geral e Familiar do Departamento de Medicina Preventiva da EPM/Unifesp. Os agendamentos de consultas são feitos por meio da Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde, por indicação da triagem do Ambulatório de Saúde Integral para Travestis e Transexuais do Centro de Referência e Treinamento (CRT) DST/Aids-SP, na rua Santa Cruz, n°81, na Vila Mariana. Os agendamentos para triagem no Centro de Referência podem ser feitos pelo telefone: (11) 5087-9984, das 08h às 11h.


Mais informações, acesse: https://nucleotrans.unifesp.br

Fonte: Associação da Parada do Orgulho LGBT

 


DEIXE UMA RESPOSTA