Museu Tate Britain organiza primeira grande exposição sobre arte britânica gay

A retrospectiva inclui o quadro que o pintor americano Robert Goodloe Harper Pennington fez do escritor Oscar Wilde em 1881. Ao seu lado podemos ver a porta de sua cela
A retrospectiva inclui o quadro que o pintor americano Robert Goodloe Harper Pennington fez do escritor Oscar Wilde em 1881. Ao seu lado podemos ver a porta de sua cela (Foto: Divulgação)

O museu Tate Britain de Londres abre nesta semana a primeira grande exposição que irá reunir a história e as obras dos artistas gays que deixaram seu legado.

A exposição faz parte das comemorações do 50º aniversário da descriminalização da homossexualidade no país.

“Queer British Art 1861-1967” (“Arte britânica gay”) explora os cem anos que se passaram entre a revogação da pena de morte por sodomia e a descriminalização da homossexualidade.


 

A exposição ocupa oito salas, dedicadas a temas que variam entre os desejos ocultos, as tradições teatrais e o conflito entre a vida privada e a pública.

As obras mostram como os artistas do século XIX puderam expressar com sua arte o que não podia ser dito – pintando, por exemplo, homens nus – e como os artistas posteriores à Segunda Guerra Mundial abriram novos caminhos.

Sem dúvida uma exposição imperdível, vamos torcer para que ela chegue aqui no Brasil também.

Fonte: AFP


DEIXE UMA RESPOSTA