Miss Mato Grosso Gay revela que o maior preconceito que os transformistas enfrentam parte da própria comunidade LGBT

Aya Bittencourt concorreu com outros 14 transformistas
Aya Bittencourt concorreu com outros 14 transformistas (Foto: Neres Batista)

O empresário Janvier Ricardo Pinheiro, de 30 anos, de Sorriso, a 420 km de Cuiabá, conquistou o titulo de Miss Mato Grosso Gay 2017, em concurso realizado no sábado (15), em Cuiabá.

O jovem transformista interpreta Aya Bittencourt e agora irá representar Mato Grosso no Miss Brasil Gay que acontece em setembro em São Paulo.

Casado há oito meses, Janvier contou que o marido está contente com a vitória e que se sente orgulhoso. “Ele está muito feliz e orgulhoso, sou muito grato pelo apoio que ele me deu nesse concurso”, disse o empresário, que é dono de uma empresa de decoração de eventos.


Em entrevista ao G1, a Miss Mato Grosso Gay revelou que o maior preconceito que os transformistas enfrentam parte da própria comunidade LGBT.

“O próprio público LGBT não gosta de assumir um outro gay que se transforma em mulher para realizar eventos”, explicou.

Janvier recebeu um prêmio em dinheiro, uma sessão de fotos profissional, uma joia em ouro branco e um kit de maquiagem completo, como prêmio.

Fonte: G1


DEIXE UMA RESPOSTA