Professor Pasquale explica que o correto é falar “A” travesti

Professor explica que o correto é usar
Professor explica que o correto é usar "A" travesti e não "O" travesti. (Foto: Reprodução)

O professor de português Pasquale Cipro Neto, referência quando o assunto é a língua portuguesa, explicou nesta quinta-feira durante o programa “Encontro com Fátima Bernardes”, que a língua se transforma à sua utilização e afirmou que hoje o correto é falar “A TRAVESTI”.

“A língua é uso. Durante muito tempo usou-se ‘o’ travesti. Mas nessas questões que foram relatadas (sobre o significado que deu-se ao longo do tempo) impuseram um novo uso, mais adequado e mais coerente. É por aí. A língua tem esse papel de chancelar e confirmar essas evoluções e mudanças pelas quais passamos”, explica o professor.

Vale lembrar, que se entende por travesti aquela pessoa que foi designada homem ao nascer, mas que se identifica com o gênero feminino e com a identidade de travesti. Mulher transexual é a pessoa que foi designada homem ao nascer, mas que se identifica com o gênero feminino e é uma mulher.


Durante o programa, Pasquale lembrou que  ser humano em geral se recusa aceitar o diferente. Mas que é fundamental aceitar a diferença.“Já disse o filósofo que quando todo mundo pensa do mesmo jeito é sinal de que ninguém está pensando”, concluiu.

Fonte: Nlucon


DEIXE UMA RESPOSTA