Cinema cancela exibição de “a Bela e a Fera” por causa de personagem gay

LeFou é alguém que um dia quer ser Gastón e no outro quer beijar Gastón
LeFou é alguém que um dia quer ser Gastón e no outro quer beijar Gastón (Foto: Divulgação)

O filme “A Bela e a Feira” ainda nem estreou e já esta dando o que falar!

Assim que foi divulgado que a nova versão de “A Bela e a Fera” para o cinema teria um personagem gay, os evangélicos, entre eles o Pastor Silas Malafaia se posicionou duramente contra o filme propondo um grande boicote a Disney por conta do primeiro beijo homoafetivo em seus desenhos animados.

O absurdo é que alguns cinemas ouviram o chamado e estão dispostos a boicotar agora o filme A Bela e a Fera que anunciou recentemente que terá um personagem assumidamente gay em sua trama.


Vários grupos conservadores se manifestaram contrários ao que eles insanamente chamam de imposição de uma “agenda gay” por parte dos estúdios Disney.

No Brasil o filme só estreia no próximo dia 16, nos Estados Unidos será um dia depois. Contudo, a notícia de que um cinema do Alabama cancelou a exibição do longa causou furor na mídia.

A justificativa? “Se não pudermos levar nossa neta de 11 anos e nosso neto de 8 para assistir a um filme, não temos interesse em vê-lo. Se não pudermos assistir a um filme com Deus ou Jesus sentados ao nosso lado, não temos interesse em exibi-lo”, iformou o dono do cinema.

A nota divulgada pelo cinema ainda diz: “Eu sei que algumas pessoas não vão concordar com essa decisão. Tudo bem… Nós continuaremos exibindo filmes familiares, então sinta-se à vontade para assistir a vários deles sem se preocupar com cenas de sexo, nudez, homossexualidade e linguagem chula”.

Bill Condon, diretor do filme, revelou em entrevista que havia uma subtrama gay no enredo. Algo até então inédito nas produções da Disney. O personagem LeFou (Josh Gad) revela uma paixão pelo seu mestre Gastón (Luke Evans).

“LeFou é alguém que um dia quer ser Gastón e no outro quer beijar Gastón”, disse Condon.

“Ele está confuso sobre seus desejos. É alguém que está descobrindo seus sentimentos. Josh fez algo bem sutil e delicioso e isso é o que faz valer no final, que eu não quero revelar. Mas é um momento bacana, exclusivamente gay num filme da Disney.”

E você, vai aderir ao boicote ou ajudar o filme que é um dos mais esperados do ano a bater vários recordes?

Fonte: Gospel Prime


DEIXE UMA RESPOSTA