Surto de hepatite em Amsterdã preocupa especialmente homossexuais

Distrito da Luz Vermelha de Amsterdã, foto tirada em 2003
Distrito da Luz Vermelha de Amsterdã, foto tirada em 2003 (imagem: Wikimedia Commons)

Um surto de hepatite em Amsterdã tem preocupado especialmente homossexuais. Houve aumento também no resto do país e na Europa. Especialmente entre homens que fazem sexo com outro homens.

De setembro de 2016 até o agora, foram registrados 16 casos, enquanto que nos anos mais recentes o registro foi de zero casos.

O governo cobre gratuitamente a vacina contra a hepatite B e alguns planos de saúde oferecem reembolso para os segurados que tomarem a vacina contra a hepatite A.


Os sintomas da doença incluem: inflamação do fígado infecciosa é muitas vezes acompanhada por sintomas como a gripe, a febre e a náusea, e pode durar seis meses. O período médio de incubação é de 28 dias.

O site www.mantoman.nl oferece uma lista com informações de onde conseguir a combinada contra a hepatite A e B, também conhecida como Twinrix, pagando apenas o preço da vacina contra a hepatite A.

A vacina oferece cerca de 30-40 anos de proteção.


DEIXE UMA RESPOSTA