Homofóbico toma posse como Procurador Geral dos Estados Unidos

Jeff Sessions
Jeff Sessions (Foto: Chip Somodevilla/Getty Images)

Por 52 votos a favor e 47 contra, Jeff Sessions toma posse como Procurador Geral dos Estados Unidos. Controverso por suas posições sobre direitos civis, quando senador do Alabama, Jeff se opôs a retirada do “Don’t ask, don’t tell” (não pergunte, não diga), medida que forçava LGBTs esconder sua condição para continuar servindo nas forças armadas, e também foi contra o casamento igualitário e a leis de proteção aos LGBTs. Além de ter um histórico de racismo.

Segundo o site PinkNews, pela primeira vez na história da câmara, um senador testemunhou contra a indicação de um Procurador. O senador Cory Brooker (do estado de Nova Jersey) disse: “Não é leviana a decisão de testemunhar contra o colega Senador, mas os imensos poderes de um Procurador Geral combinados com as visões profundamente preocupantes deste indicado é um alerta para o nosso juízo”.

Elizabeth Warren, Senadora Democrata pelo estado de Massachusetts, foi silenciada na terça feira por ter lido uma carta que atacava a Sessions em suas visões sobre os direitos civis.


Após a votação, Sessions tentou apaziguar dizendo que espera que as controvérsias cercando sua candidatura diminuam com um debate civil sobre as acusações levantadas.


DEIXE UMA RESPOSTA