Casal brasileiro sofre homofobia na Cidade do Cabo

Praia em Cidade do Cabo
Praia em Cidade do Cabo (Foto: Pixabay)

Um casal brasileiro, junto ha 11 anos e casados a 3, sofreu homofobia em uma praia na Cidade do Cabo enquanto tiravam fotos.

“Estávamos em cima de uma rocha e não nos beijamos nem nos abraçamos carinhosamente, quando um homem com uma criança veio caminhando em nossa direção”, disse Platão à News24 na segunda-feira (6 de fevereiro).

Platão disse que o homem estava sentado a cerca de 50 metros de distância com dois meninos.


“Ele gritou, pedindo para não nos beijarmos na frente dele. Ele disse que o que estamos fazendo é antinatural, que foi uma má influência sobre as crianças “, disse Platão.

“Quando ele começou a gritar, eu estava com muito medo. Estávamos sobre uma rocha e tínhamos medo de que ele pudesse nos empurrar para fora”, disse Platão. Seu parceiro ficou abalado.

Vorster disse que esperava que o pior pudesse acontecer, já que o homem era muito agressivo. Vorster disse que seus clientes não estavam fazendo nada para provocar o homem.

“Todos nós sentimos aquele choque súbito de não ser capaz de controlar o que este homem poderia fazer”

Platão disse que vir para a Cidade do Cabo de férias era um sonho antigo e que a experiência não os afastado da cidade.

“A África do Sul é conhecida por seu status liberal que aceita o casamento gay. Nunca tivemos nada assim no Brasil. Quando nos casamos, todos aceitaram.

“Demorou uma noite para nos acalmarmos, estávamos um pouco abalados, mas no dia seguinte estávamos de volta desfrutando Cape Town. Este é um homem em mill. Sabemos que a maioria da Cidade do Cabo não é assim.


DEIXE UMA RESPOSTA