Beijaço, selfie com PM´s e desfile marcam protesto de drags em shopping de SP

Beijaço Drag em frente o Shopping Penha na Zona Leste de SP
Beijaço Drag em frente o Shopping Penha na Zona Leste de SP (Foto: Emílio Faustino)

Um grupo de drags protestou neste domingo (5) contra um shopping na Zona Leste de São Paulo que barrou drag queens na entrada no último dia 29.

Cerca de 20 pessoas caminharam pelo Shopping Penha com cartazes e palavras de ordem.

O ato teve direito a desfil, acrobacias na praça de alimentação, selfie com policias militares e beijaço drag.


Segundo informações do evento do protesto no Facebook, o fato de barrarem as drag queens “desligitimou a cidadania e feriu a dignidade de pessoas LGBTIs, desencadeando constrangimento e humilhação”.

“Faremos um ROLEZINHO DRAG PHINÍSSIMO lá exigindo respeito para que isso sirva como exemplo para demais estabelecimentos que discriminam e selecionam consumidores”, diz texto do evento.

No último domingo, um grupo, formado por 9 pessoas, saiu de um curso de drag queen, por volta das 16h e pretendia almoçar na praça de alimentação do shopping. Os seguranças, então, disseram que o grupo não podia entrar usando “maquiagem forte”, segundo as drag queen. O shopping Penha lamentou o ocorrido e disse que foi um “fato isolado”

O protesto aconteceu de forma pacífica e contou com a adesão de muitos visitantes do shopping que compartilharam da indignação das drags. Famílias com criança de colo, funcionários do shopping aplaudiram a passagem das drags que encheram o shopping de alegria sem perder o foco da reivindicação.

Confira a nota do Shopping Penha na íntegra:

“Em relação ao ocorrido na tarde de ontem, 29/01, o Shopping Penha informa que:
Desde o início de sua operação, posiciona-se como um empreendimento voltado à comunidade, sem qualquer tipo de discriminação (por orientação sexual, social, racial, religiosa, política), e que está de portas abertas para receber seus visitantes.
O Shopping Penha lamenta e reforça que o ocorrido foi um fato isolado e não condiz com a política do empreendimento. A equipe de segurança já foi fortemente reorientada a fim de que atitudes como essa não ocorram novamente.
A Administração”.


DEIXE UMA RESPOSTA