Apresentadores discutem ao vivo. Polícia do Politicamente Correto ou Homofobia?

Captura de tela do programa The Friday Show
Captura de tela do programa The Friday Show

Ross Cameron, ex membro da Câmara pelo Partido Liberal da Australia deu uma declaração polêmica em um evento para arrecadar fundos para a Q Society, sociedade anti-islâmica de ultradireita. Ele disse que o partido dele era basicamente um “clube gay” e adicionou: “Adriano (imperador gay) se apaixonou por um jovem grego, Adriano, que caiu de um barquinho e de afogou. Estou certo de que eles provavelmente estavam cheirando cocaína naquela hora”, “Não me importo que eles sejam gays, só gostaria que eles, assim como Adriano, eles construíssem um muro”.

Cameron alfinetou um jornalista que estava presente chamando o jornal dele de “Sydney Morning Homosexual” (O Homossexual Matutino de Sydney), ainda falando ao jornalista, disse: “Alerta de gatilho para o Herald, temos heterossexuais no recinto… Tenho que te alertar que alguns homens são atraídos por mulheres neste recinto”. O jornalista escreveu sobre seus comentários no Sydney Morning Herald.

Após a repercussão dos comentários, ele teve a chance de se explicar no programa de TV ”The Friday Show”:


“Não acho que meus comentários foram anti-gay, acho que foram anti-Sydney Morning Herald”

“O que eu discordo é que o Sydney Morning Herald esteja com visão de que a grande maioria dos australianos seja de caipiras, racista e homofóbicos”

“Sou totalmente liberal em relação a orientação sexual e às preferências das pessoas”

“A preferência é claramente uma questão profundamente íntima e importante. Eu não tenho absolutamente nenhum desejo causar desconforto a nenhum ser humano por suas preferências sexuais”

“Se a divulgação destes comentários sobre sua atração causou com que qualquer pessoa sentisse um grande sentimento de isolação, eu sinceramente me desculpo”

A apresentadora, Janine Perrett, disse: “Essa é a pior desculpa que eu já ouvi. É sobre a divulgação desses comentários… não sobre os comentário, sobre a divulgação deles. Então se eles não fosse divulgados, você não teria se desculpado”

Cameron disse que “Se você ler o meu discurso na íntegra, de Sófocles, a Aristóteles, a Adriano, a Copérnico… em defesa à liberdade de expressão”

Clique aqui para o vídeo e tirar suas próprias conclusões.


1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA