Bixa travestchy e Rocketman (Reprodução)
Bixa travestchy e Rocketman (Reprodução)

Em uma época na qual o conservadorismo tem avançado em diversos países pelo mundo, filmes com temáticas LGBTs têm se tornado um respiro e, muitas vezes, um grito de esperança para toda a comunidade.

Apesar do assustador retrocesso, há de se levar em conta que tem se tornado cada vez mais fácil ter acesso a este tipo de produto no mercado. Neste ano, inúmeras produções focada da temática LGBT+ foram lançadas no Brasil.

Com produções de baixo orçamento sem grandes estrelas, até longas milionários e polêmicos, o Observatório G reuniu em uma única lista produções marcantes e relevantes que aconteceram neste ano conturbado.


Alvo de críticas desde a divulgação de seus primeiros trailers, o filme Boy Erased se tornou um dos grandes destaques deste ano. O longa que trata da “cura gay” e tem participação de Nicole Kidman chegou a não ser exibido no Brasil.

Bixa Travestchy

Documentário Bixa Travestchy
Documentário Bixa Travestchy (Foto: Divulgação)

O corpo político de Linn da Quebrada, cantora transexual negra, é a força motriz desse documentário que captura a sua esfera pública e privada, ambas marcadas não só por sua presença de palco inusitada, mas também por sua incessante luta pela desconstrução de esteriótipos de gênero, classe e raça. 

Boy Erased

Cena do filme Boy Erased (Foto: Divulgação)
Cena do filme Boy Erased (Foto: Divulgação)

O jovem Jared, de apenas 19 anos, mora em uma pequena cidade conservadora do Arkansas. Ele é gay e filho de um pastor da Igreja Batista. Em um certo momento de sua vida, Jared é confrontado pela família e precisa escolher entre arriscar perdê-la ou entrar em um programa de terapia que busca tentar “curar” sua homossexualidade.


Elisa e Marcela

Natalia de Molina e Greta Fernandez em 'Elisa y Marcela' (Foto: Reprodução)
Natalia de Molina e Greta Fernandez em ‘Elisa y Marcela’ (Foto: Reprodução)

Em 1910, acontecia na Igreja de San Jorge, na região de Coruña, na Galícia, um casamento inesperado entre Elisa e Marcela. Para driblarem as regras locais e poderem se casar, Elisa forja documentos de um parente falecido e se passa por um homem para viabilizar a primeira união homossexual da Europa.

Carta Para Além dos Muros

Carta Para Além dos Muros (Reprodução)
Carta Para Além dos Muros (Reprodução)

A trajetória histórica do vírus HIV e da AIDS no imaginário brasileiro, desde a epidemia que tomou o mundo e deixou milhares de vítimas nas décadas de 1980 e 1990, até os dias atuais. Através de entrevistas com médicos, pessoas que vivem com o vírus, ministros, personalidades e representantes de movimentos conscientizadores sobre a epidemia, o diretor André Canto propõe uma reflexão sobre a evolução dos tratamentos e os desafios e estigmas ainda enfrentados por portadores de HIV.

O Mau Exemplo de Cameron Post

O Mau Exemplo de Cameron Post
O Mau Exemplo de Cameron Post (Divulgação)

Flagrada pelo namorado transando com a melhor amiga em pleno baile de formatura, Cameron Post (Chloe Grace Moretz) é enviada pela tia para um centro religioso que afirma curar jovens atraídos pelo mesmo sexo, mas para se submeter ou não ao suposto tratamento, a adolescente precisa antes descobrir quem é de fato.

Rocketman

Rocketman (Reproduão)

A trajetória de como o tímido Reginald Dwight (Taron Egerton) se transformou em Elton John, ícone da música pop. Desde a infância complicada, fruto do descaso do pai pela família, sua história de vida é contada através da releitura das músicas do superstar, incluindo a relação do cantor com o compositor e parceiro profissional Bernie Taupin (Jamie Bell) e o empresário e o ex-amante John Reid (Richard Madden).

Dor e Glória

Filme Dor e Glória (Reprodução)
Filme Dor e Glória (Reprodução)

Salvador Mallo, diretor de cinema em declínio, relembra sua vida e carreira desde sua infância na cidade de Valência, nos anos 60. Salvador tem lembranças vívidas de seus primeiros amores, seu primeiro desejo, sua primeira paixão adulta na Madrid dos anos 80 e seu interesse precoce no cinema.

Plus+ Bacurau

Silverio Pereira como Lunga, em Bacurau (Reprodução)
Silvero Pereira como Lunga, em Bacurau (Reprodução)

Mesmo não sendo um filme com temática LGBT, Bacurau se tornou uma das produções brasileiras mais aclamadas de 2019. Cheio de posicionamentos políticos fortes, o filme tem entre um dos seus protagonistas o anti-herói Lunga. O personagem LGBT interpretado por Silvero Pereira surpreende o telespectador e destoa de todo o cenário agreste do filme.