Isa Penna
Isa Penna (Divulgação)

A deputada Isa Penna do PSOL/SP em sua última fala na Assembleia Legislativa de São Paulo tornou-se manchete no país devido a sua fala – Penna recitou “Sou puta, sou mulher”, de Helena Ferreira e despertou a ira de vários homens presentes no local. Ainda segundo o Poder 360, o deputado Douglas Garcia do PSL, prometera pedir ao Conselho de Ética a cassação do mandato de Isa.

Vale lembrar que o deputado homossexual Douglas se diz contra os direitos LGBTs e recentemente fora advertido pelo conselho de Ética da ALESP. Procurada pelo Observatório G, a deputada do PSOL/SP se pronunciou sobre a sua fala polêmica. Confira:

Isa, ao recitar o poema “Sou Puta” de Helena Ferreira, você despertou a ira de alguns homens eleitos na Alesp. Por qual motivo você acredita que isso aconteceu?


Eu acho que em primeiro lugar porque muitos homens ali presentes se sentiram dentro da hipocrisia a qual eu falava e denunciava, e em segundo porque eu sou uma mulher que transgrediu. O deputado Douglas do PSL sempre fala o que quer; faz declarações misóginas e homofóbicas e acredita que nós temos de nos calar. E o meu discurso foi uma forma de provar que nós não iremos nos calar. Se eles têm falas que nos intimidam, nós também temos discursos que eles fazem sentir-se constrangidos. Eu e toda a bancada do PSOL iremos resistir a todos estes ataques contra nós!

Você já ouviu ou presenciou coisas piores do que ouvir a palavra “puta” dentro da assembleia legislativa de São Paulo?

Eu já ouvi e presenciei por exemplo muitas falas do deputado Douglas Garcia e da bancada do PSL em geral, por exemplo: “De onde eu venho mulher é que dá bucho. Homem só da barrida de cerveja”, para se referir ao motivo pelo qual não é permitido haver pessoas trans no mundo. Sim, essa era a grande explicação! E assim, é disso para baixo. Eu estou lhe dando um exemplo esdrúxulo para você sentir o nível destes deputados.

No momento em que você discursava acontecia um debate ou uma votação sobre a PL 346/2019?

Na verdade eu estava discursando para questionar o motivo pelo qual a PL 346/2019 estava sendo tratada em um regime de urgência.

Quem fez a denuncia, contra você, por quebra de decoro?

Quem fez foi o deputado Douglas Garcia do PSL/SP que recentemente foi advertido. Ele inclusive acaba de bater um recorde histórico na ALESP, Ele recebeu duas advertências de uma vez só!

O que ocorre quando um deputado é punido por seus atos na ALESP?

Nada acorre, voce é advertido. Se eu não me engano a somatória é a cassação do mandato.

Você e a oposição são maioria para barrar a PL 346 de Altair Moraes que pretende banir atletas transsexuais de suas equipes desportivas?

Nós não somos maioria contudo acerca deste tema eu acredito que nós seremos maioria, sim. Eu tenho fé que a Assembleia Legislativa de São Paulo não permitirá a aprovação de um projeto tão excludente, tão cruel e inconstitucional como esse. Na minha opinião esta PL é fascista porque visa eliminar pessoas de seus direitos sociais e humanos.