Celso Kamura
Celso Kamura (Foto: reprodução)

Durante a Parada LGBT+ SP, o cabeleireiro Celso Kamura, fala sobre a criminalização da LGBTfobia, das celebridades que estão se assumindo LGBTs e comenta os 50 anos de Stonewall, tema da Parada deste ano.

Assim, em relação a LGBTfobia ser equiparada ao crime de racismo, Celso diz que a medida foi essencial e que a comemoração está sendo feita no evento. “Essa luta começou já faz um tempo. Essa festa hoje é para comemorar esta grande vitória”.

Sobre celebridades assumindo sua sexualidade e explicitando isso ao público, Kamura ressalta que a atitude, além de ser extremamente importante, encoraja outras pessoas. “Essas pessoas mais conhecidas se revelando é uma grande forma de encorajar pessoas que não têm coragem”.


“Eu me sinto em casa, eu venho na Parada desde que ela começou. Essa comemoração é uma vitória da classe”, diz o cabeleireiro sobre sua sensação de estar curtindo o evento.