Juliana Caldas (Reproduão/GShow)
Juliana Caldas (Reproduão/GShow)

A atriz Juliana Caldas foi uma das personalidades que passaram pelo Camarote Pride, neste 23ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, que aconteceu neste domingo (23). Em entrevista ao Observatório G, a artista falou um pouco sobre o momento político e diversidade.

Segundo Juliana, que foi destaque da novela O Outro Lado do Paraíso, disse que é muito importante o manter estado democrático, para que as pessoas tenham espaços para lutar por mais direitos.

“É importante a questão da gente ter um espaço pra dar opiniões, para mostrar que podemos viver na paz. Não precisa ter ódio, não precisa ter briga. Além de ter um espaço para as pessoas mostrarem sua arte, mostrar que da mesma forma que eles pedem respeito, a gente consegue dar respeito para eles”, afirmou.


A artista, que é deficiente e sofre de nanismo, ainda aproveitou o momento para falar sobre a representatividade das minorias na televisão. Segundo Juliana, as empresas têm falado mais sobre assuntos que ainda são tabu, mas o caminho ainda é longo.

“Ainda é um espaço pequeno, infelizmente, mas a gente está conseguindo com o tempo abrir mais espaços para a diversidade, para o respeito e acessibilidade. Ta bom, que fique melhor ainda“, relatou.