A drag queen Pabllo Vittar
A drag queen Pabllo Vittar (Foto: Divulgação)

Por André Júnior

A cantora Gloria Groove acaba de conquistar grandes feitos em sua carreira – após se tornar a drag queen mais escutara pela plataforma digital Sport, ela fora anunciada como atração no Rock In Rio – desde Pablo Vittar, Gloria será a mais nova drag a pisar no palco do festival. A dona do hit “Coisa Boa” subirá subirá ao Palco Sunset no dia 27 de setembro ao lado de Carol Conka e Linn da Quebrada. Groove nos revela algumas informações de sua performance no festival e discute assuntos plausíveis da comodidade LGBT. Confira:


– Gloria, nos últimos dois anos o seu nome vem crescendo no cenário musical de forma grandiosa, há quanto tempo você está na estrada?


Como Gloria Groove completo 5 anos em 2019, mas de carreira já são mais de 17 anos trabalhando com música, TV, teatro e dublagem.

– O single “Coisa Boa” explodiu no carnaval e a canção está sendo vinculada em propagandas na tv aberta, você esperava tamanho sucesso para a canção?

“Coisa Boa” é uma grande celebração do poder que temos enquanto juventude diversa. Sempre soube que seria uma canção que une, mas não imaginava quantos espaços ela conseguiria invadir.


– Como uma artista e drag queen, quais são os maiores desafios para se manter e até mesmo alcançar o reconhecimento?

Invadir espaços onde a construção de pautas ainda é arcaica e tendenciosa. Provar que meu trabalho não é brincadeira, e que não é nada fácil. Popularizar um trabalho posicionado e diverso num país extremamente homofóbico é difícil. Esses são só alguns dos obstáculos.

– A produção do Rock In Rio anunciou o seu nome e das cantoras Karol Conka e Linn da Quebrada como atrações do Palco Sunset. De quem veio a ideia de uni-las e como esse plano foi para em um dos maiores festivais do planeta?

Karol sempre foi uma das minhas principais referências no rap nacional e entrou em minha vida como um turbilhão no ano passado – fazendo com que eu me apaixonasse mais ainda -, e Linn já era minha amiga de longa data. A ideia surgiu do contato entre Karol e Zé Ricardo do RIR e é claro que abracei imediatamente.

– Vocês já haviam trabalhado juntas antes?

Com Karol já havia participado de dois programas de TV, o “Prazer, Pabllo Vittar” no Multishow e mais recentemente o “Superbonita” no GNT. Com Linn, além de ter participado de seu álbum icônico “Pajubá” na faixa “Necomancia”, já estivemos juntas no “Amor & Sexo” na Globo e também em outros shows.

O que Gloria Groove, Karol Conka e Linn da Quebrada possuem em comum? O que nós podemos esperar para o dia 27 de Setembro no Rock in Rio?

O que nos une é justamente sermos zero apologéticas sobre nossos passados, sonhos, convicções e esperanças de um mundo mais tolerante. Vai muito além da música. São ideais que se complementam. Vamos contar a história de como pessoas como nós ocupam e resistem em tempos como este. É isso que espero da experiência no Palco Sunset com as meninas.