O deputado Victório Galli afirma que o Mickey é gay
O deputado Victório Galli afirma que o Mickey é gay (Foto: Divulgação)

Segundo o site REPORTER MT, fora anunciado no dia de hoje que a juíza Célia Regina Vidotti, da Vara Especializada em Ação Civil Pública e Ação Popular, bloqueou mais de R$ 123 mil das contas do ex-deputado federal Victório Galli.

Galli, filiado ao PSC (mesmo partido de Witzel), fora condenado a pagar R$ 100 mil de indenização por danos morais coletivos após declarações homofóbicas, porém não cumpriu com as suas obrigações. Expedida a data de pagamento, o ex-deputado teve então, o valor da indenização por danos morais aumentada.

Na decisão da última semana, a magistrada destacou que ao verificar que o ex-deputado foi intimado, por seu advogado, para que efetuasse o pagamento do débito, “contudo, o prazo legal decorreu sem que houvesse manifestação”.


Além do acrescimento no valor da multa, a juíza determinou a penhora online, via Bacenjud, até o valor de R$ 123.460,35, dos ativos financeiros e também a restrição de veículo pelo sistema Renajud.

Se você não se recorda deste caso, no ano de 2017, o então deputada fizera um post em sua página na rede social Facebook criticando a Disney. Em tal postagem, Victório Galli afirmou que o personagem Mickey Mouse representa o “homossexualismo”.

“A minha postagem é uma crítica a Disney que representa mais uma inversão de valores. Estão querendo destruir a família. A Disney, o Mickey representam o homossexualismo. Aquilo é uma fantasia para destruir nossas crianças”, disse o deputado justificando o seu post.