Bandeira LGBT sangrando
Bandeira LGBT sangrando (FOTO: Divulgação)

No último domingo (19), mais uma travesti foi assassinada em Roraima. Até ontem sem identificação, e encontrada dentro de um saco de estopa, o IML afirmou na tarde desta terça-feira (21), que o corpo é da estudante Letícia, de apenas 17 anos.

Entretanto, registrado como Davi Mateus Leonardo Pereira de Oliveira, a vítima foi morta por asfixia, de acordo com o portal de notícias G1 e o laudo médico. O corpo foi identificado por familiares.

Em resumo, após a confirmação da morte, a Associação de Travestis e Transexuais do Estado de Roraima, enviou uma nota pedindo respostas e investigação pelo crime chocante e revoltante.


Vale lembrar que recentemente outra travesti foi esfaqueada dentro de uma lanchonete. Segundo as testemunhas, a vítima estava acompanha por algumas amigas e foi atacada de costas.