Casa Nem Foto: reprodução

No Rio de Janeiro, na praia de Copacabana, há um prédio de seis andares e é lá que está a Casa Nem. A instituição é uma das principais LGBTQ+, acolhe 52 pessoas que foram vítimas do preconceito.

Lésbicas, gays, bissexuais, travestis, e toda população LGBTQI+ convivem nesse lugar que oferece todo apoio necessário a essas pessoas, que geralmente, estão com o emocional bem abalado.

A instituição é administrada por ativistas que são transexuais. Um caso que chama atenção por exemplo, é o de Luana, que é uma mulher trans. Há três meses na Casa, ela conta que conheceu a verdadeira família no convívio com os outros moradores.


Infelizmente, a Casa Nem não conta com apoio institucional, de acordo com o jornal O Dia, as poucas doações são feitas apenas por quem conhece o trabalho da Casa. As tarefas básicas são feitas pelos moradores.

O projeto surgiu em 2016, mas infelizmente teme o despejo, as ações urgentemente precisam ser expandidas. A instituição LGBTQI+, já passou por diversos bairros no Rio de Janeiro, agora em Copacabana, todos ainda temem o despejo por falta de apoio e doações.