Rafa Mon, Rodrigo Dinelli e Carol Goes (Foto: credito @ricardomrp)
Rafa Mon, Rodrigo Dinelli e Carol Goes (Foto: credito @ricardomrp)

Tradicional no cenário da noite carioca, a famosa casa de shows Espaço Acústica, administrado pela empresária Carol Góes, se tornou a primeira boate do Rio de Janeiro a contar com um banheiro sem gênero.

O projeto foi idealizado pelo jovem arquiteto Rodrigo Dinelli, que já é conhecido na cidade por assinar projetos para o Camarote Folia Tropical na Sapucaí. A ideia era destacar o espaço e mudar o cenário, em meio a crise da noite carioca.

Para criar um projeto inovador, Dinelli se utilizou de recursos sustentáveis, como por exemplo toda a iluminação da Boate em LED, inclusive a do grande telão do palco que receberá renomados artistas da música brasileira.


“Fiz questão de focar na inclusão social, celebrando a diversidade e defendendo a ideia de que uma boate não pode ter rótulos como boate hétero ou gay. Quero deixar claro que entretenimento é para todos, sem exceção, e que pessoas de diferentes tribos podem conviver em total harmonia dentro de um mesmo espaço”, disse o arquiteto.

Agora o novo Espaço Acústica conta, além dos convencionais banheiros masculinos e femininos, que receberam o nome de “para TODOS” e “para TODAS”, ele também conta com o banheiro agênero, batizado de “para TODXS”. De olho na diversidade e acessibilidade, também existe um banheiro de cadeirantes.

Conhecido por sempre valorizar a arte, o arquiteto convidou a artista Rafa Mon para ilustrar as grandes paredes da boate e, principalmente, a entrada da sua revolucionária criação.

“Rafa Mon, antes de ser uma grande artista, é mãe de Davi, uma criança agênero. E eu desejo que pessoas como Davi, no futuro, sintam-se à vontade de poder usar com tranquilidade um banheiro exclusivo ou poder escolher em qual deles entrar”, explica Dinelli.

Vibrando com essa parceria perfeita, Rafa Mon explicou que para fazer esse trabalho, ela se inspirou numa grande asa colorida para transmitir a ideia de liberdade e multiplicidade de gêneros e corpos.

A empresária Carol Góes, que financiou com prazer todo esse projeto, concluiu: “Isso tudo representa um grande passo para a nossa sociedade! Lutemos juntos por um mundo mais livre e inclusivo!”

Com todas essas novidades, agora, o local passa a se chamar simplesmente Acústica e já tem a dada da sua reinauguração marcada para o dia 17 de Janeiro.