Tecnologia 5G: Presidente Jair Bolsonaro faz primeira videochamada utilizando o novo recurso

Brasil se torna o primeiro país a testar o 5G na América Latina

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na última sexta-feira (09), o ministro das Comunicações, Fábio Faria, realizou o teste de videochamada com o presidente Jair Bolsonaro. O genro do Silvio Santos estava nas instalações da Nokia em São Paulo, enquanto o líder do país estava em Brasília (DF). A grande conquista foi por ter sido testado a tecnologia 5G standalone ou popularmente conhecido como “5G puro” pela primeira vez na América Latina.

A empresa finlandesa Nokia, é uma das partes mais interessadas em ter a aprovação do gabinete presidencial no Palácio do Planalto para ocorrer a viabilização da nova conexão. Este teste também caracteriza como parte de um plano intencional da pasta de comunicações em conhecer a tecnologia e estar perto das implementações. A quinta geração móvel também está sendo utilizada em Brasília, especialmente em videoconferências, tendo uma ultra velocidade, estabilidade e nenhuma interferência.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Comparando com a quarta geração, a mais usual até então, a quinta entrega mais velocidade nas respostas, tendo um tempo bem curto na transmissão e recebimento de dados. Trazendo para nossa realidade, poderemos ver vídeos com carregamentos mais rápidos, resoluções melhores (como 4K e 8K) e jogarmos online sem qualquer interrupção. Em parte, em um cenário mais macro, a quinta geração abrange âmbitos como a telemedicina e indústria, criando uma nova maneira de executar suas devidas funções com agilidade.

Temos como promessa a implantação da nova tecnologia em todas as capitais até julho de 2022. O ministro Fábio Faria está há um tempo buscando aproximação dessas novas iniciativas, para entender melhor o grau de importância no desenvolvimento do país com esta nova realidade. A empresa Nokia também fez outras parcerias para promoção do 5G no Brasil, com o Ministério das Comunicações (MCOM), a Federação das Indústrias de São Paulo (FISEP) e a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio