Startup lança projeto para retificação de nome e gênero gratuita para pessoas trans e travestis

A empresa Bicha da Justiça intitulou o nome do projeto como “Orgulho do meu RG”

Publicado em 8/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Startup Bicha da Justiça lançou um projeto para retificação de nome e gênero gratuita. A iniciativa tem como intuito viabilizar o processo de correção de nome e gênero nos documentos de pessoas trans e travestis. O projeto intitulado como “Orgulho do meu RG” tem o objetivo de proporcionar este grande presente para 26 pessoas trans e travestis em situação de vulnerabilidade econômica.

A Bicha da Justiça foi eleita, em 2018, como a melhor startup do Brasil pelo Startup Show e, em 2019, a Startup do Ano pelo Prêmio Poc Awards, tendo como principais pilares a educação, a inclusão jurídica e a empregabilidade entre seus valores inegociáveis. É a primeira startup brasileira a representar a luta pelos direitos da comunidade LGBTQIA+ através de um portal online.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O projeto foi lançado oficialmente na semana passada (31), em uma live comandada pela CEO da Bicha da Justiça, a advogada Bruna Andrade, junto com as pessoas criadoras de conteúdo digital: Dri Maria, Igor Sudano e Miguel Filpi. Durante a conversa online, eles apresentaram vivências que evidenciavam a importância do nome na vida de um ser humano. Os temas relevantes levantados foram: transgeneridades, direitos da comunidade LGBTQIA+, o processo da retificação do nome e gênero. Link da live (Clique aqui)!

A startup de Belo Horizonte contará com o apoio e patrocínio de três grandes empresas: Nestlé, Votorantim Cimentos e Via. A proposta vem de encontro com um tema extremamente relevante em nossa sociedade. Atualmente, cerca de 58% de pessoas trans e travestis no Brasil, totalizando 1,392 milhão de pessoas, não possuem seus documentos retificados ainda.

“Com esse projeto, a gente quer contrariar as estatísticas e possibilitar que pessoas trans, travestis e não-binárias realizem o sonho de terem seus documentos retificados”, destaca Bruna Andrade, advogada à frente da startup.

As inscrições para concorrer a uma das 26 vagas do projeto ficarão abertas das 00h do dia 12 de junho às 23h59 do dia 13 de junho. Os escolhidos serão divulgados no dia 28/06/2021, baseado no regulamento também disponível no site a seguir:

Para realizar sua inscrição, clique aqui!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio