Saiba da estratégia do Ciro Gomes para derrotar o ex-presidente Lula e o atual presidente Bolsonaro no próximo ano

O ex-governador acre. dita que irá ao segundo turno contra o líder petista

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta segunda-feira (17), o ex-governador Ciro Gomes (PDT) declarou em entrevista de que tem grandes chances de ir ao segundo turno contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), nas eleições de 2022. Na visão do líder do PDT, o atual presidente Jair Bolsonaro está desesperado, assim, está tentando utilizar da estratégia de que ele foi o vitorioso das eleições de 2018, através do radicalismo.

No entanto, Ciro acredita de que não será suficiente, pois as mesmas razões que deram a vitória a ele, serão as que vão o derrotar. Dessa forma, com o derretimento da popularidade do presidente, aumentam as chances do segundo turno das eleições do ano que vem ser disputado por ele contra o líder petista. Para ele, o ei juiz Sérgio Moro e o apresentador Luciano Huck não serão candidatos ano que vem.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O presidenciável do PDT, também disse de que não acredita na candidatura do atual governador de São Paulo, João Dória, pois ele ouve como fragilizado no comando do seu estado e sem entradas no cenário nacional. Segundo estes pontos, Ciro Gomes informou de que ele é o único candidato organizado, como partido harmônico, sem qualquer envolvimento em confusão.

Na visão de Ciro, logo, o país irá procurar uma terceira via, pois ele acredita que Bolsonaro irá recuperar toda a notícia de “roubalheira, da inadimplência do povo produzido pelo Lula petismo”. Desse modo, o Lula ficará na defensiva i, desse jeito, o colocando como a melhor solução. Por fim, ele fez duras críticas a Lula:

“Vamos derrotar a Bolsonaro e vou propor mudança. Lula é parte central da corrupção. Lula é o maior corruptor da história moderna brasileira. E não aprendeu nada. Fica na lambança, prometendo a volta de um passado e idílico que é mentira”, informou o futuro candidato à presidência.

Nos acompanhe na coluna Politizah (Clique aqui)!, siga-me no meu perfil Maurício de Britto

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio