Saiba cinco dicas para integrantes da nossa comunidade LGBTQIA+ não assumidos

O processo de autoaceitação faz parte da jornada de vida da nossa comunidade

Publicado em 15/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No último sábado (12) foi comemorado em todo o país o Dia dos Namorados, e junto com a comemoração, as redes sociais ficaram lotadas de postagens de casais demonstrando afeto e amor. No mesmo dia completou-se 2 anos da criminalização da LGBTfobia, um marco histórico para a nossa comunidade, dando força para a demonstração do orgulho de sermos e amarmos quem quisermos.

Com o passar dos anos, as lutas pelos direitos LGBTs fizeram com que as pessoas pudessem passar pelo processo de autoaceitação e encarar o mundo através de uma nova realidade, mas esta não é uma realidade para todos. É através da autoaceitação que podemos nos assumir para o mundo, mas o que fazer quando não se é assumido?

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Bissexuality, a maior página voltada aos Bissexuais no país, traz algumas dicas sobre o que fazer quando não se é assumido. Entre as dicas, buscar conhecimento sobre a sua sexualidade é fundamental. Muitas vezes nos questionamos e temos receio por não saber se o que sentimos é real ou não, ou nos preocupamos em como as outras pessoas reagirão.

É normal sentir insegurança nesse início, então busque conversar com alguém de confiança e que realmente possa te ajudar neste processo como um todo. Entenda que você não está sozinho. Esta é uma jornada que muitas pessoas LGBTQIA+ já trilharam ou ainda irão trilhar. Tudo bem se você não estiver preparado agora, espere o seu melhor momento para brilhar! 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio