Por que a fala do influenciador Léo Picon foi transfóbica?

O empresário no último sábado respondeu um story com uma fala com viés de transfobia

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O influenciador Léo Picon no último sábado (10), se envolveu em um grande debate após responder nos stories de seu Instagram que foi enganado durante uma balada em Madrid. O equívoco foi na forma que ele acabou respondendo o questionamento de um dos seus fãs, dizendo que foi “enganado” ao beijar uma transexual. Após isso, a internet debateu se houve transfobia na fala dele ou não. E infelizmente, acabo adiantando, foi transfobia “sim”. 

Transfobia se caracteriza como atos de preconceitos contra pessoas que se identificam como transgêneros. Quando utilizamos o termo curto “trans”, nos referimos a indivíduos transexuais e transgêneros, quanto a “fobia”, vem da aversão contra algo ou alguém. Desta forma, a transfobia é aplicada quando alguém de maneira proposital ou sem conhecimento age de maneira verbal, física ou outro meio que cause repudiação da causa trans.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Outros exemplos para definição da transfobia são atos que envolvem preconceitos contra essa comunidade, abrangendo discriminação e intolerância. Deste jeito, também incluímos comportamentos que acabam incitando violência física, verbal, psicológica ou moral contra este grupo (incluindo atos realizados virtualmente, como no caso que aconteceu do influenciador Léo Picon). Por mais cansativo que seja, ao comentarmos sobre estes atos, o grande intuito é mostrar o quanto essas falas despretensiosas atingem diretamente nossa comunidade.

O influenciador logo que percebeu o erro e a repercussão, pediu desculpas:

“Ontem, aqui no Stories, abri uma caixa de perguntas e uma delas respondi de maneira transfóbica. E eu não tinha conhecimento disso. A partir do momento que eu tive, apaguei e hoje essa resposta teve uma enorme repercussão nos meios de comunicação para refletir e aprender com esse erro”, iniciou sua retratação.

 Por fim ele concluiu: “Reconheço que minha resposta foi transfóbica, meu erro e peço desculpas verdadeiras a todos que foram impactados por essa imagem. Acredito na nossa constante evolução.”

Confira o vídeo na integra com o pedido de desculpas dele:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio