Máscaras: No Brasil seria um sonho, mas nos Estados Unidos é uma realidade

O presidente americano Joe Biden conseguiu acelerar a vacinação no país

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na última quinta-feira (13), o CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doença dos Estados Unidos) anunciou que os americanos que estão imunes contra COVID – 19 não preciso mais usar máscaras. Levando em consideração a total imunização com as duas doses aplicadas. Para essas pessoas, nem em lugares fechados será obrigatório, tendo como exceção apenas locais de saúde, transporte público, abrigos e aeroportos.

Conforme previsto, um terço dos americanos não tem vontade de se vacinar contra o novo coronavírus, devido a isso, a flexibilização das medidas aos que já estão totalmente imunizados incentiva aqueles que não estão pensando em tomar as duas doses da vacina de mudarem de ideia. Uma vez que, eles que não estariam vacinados não poderiam sair nas ruas sem o acessório da máscara.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Desta forma, o Centro de Controle prevê que mais pessoas procurará por vacina, devido em a enxergarem um benefício imediato em se imunizar. Se porventura, não ocorresse esta mudança para o cenário dos já vacinados, o efeito poderia se tornar o inverso. O presidente americano reforçou o anúncio do CDC, afirmando de que essa nova recomendação é um marco na história dos Estados Unidos.

O líder americano Biden assumiu o cargo na presidência em janeiro deste ano, tendo como principal proposta a vacinação contra a COVID-19. Após estes pouco mais de 100 dias no comando, é perceptível o excelente trabalho de que ele faz por seu país no combate à pandemia.  Vamos aguardar atentamente o nosso momento aqui no nosso país.

Nos acompanhe na coluna Politizah (Clique aqui)!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio