Mostra de cinema LGBT no DF tem obras inéditas e debate
Mostra de cinema LGBT no DF tem obras inéditas e debate (Reprodução)

Representatividade nas telas! O arco-íris vai lotar a tela nos próximos dias no DF. A partir de 18 de novembro será realizada mostra de cinema de temática LGBT. Assim, serão exibidas 5 obras, três delas inéditas na capital federal. 

Em cada uma das quatro noites de exibição, haverá bate-papo com responsáveis pela direção dos filmes. A mostra será realizada de segunda 18 a quarta 20 e na sexta 22 a partir de 19h na Casa de Cultura da América Latina (SCS, Quadra 4, Edifício Anápolis). 

O evento integra o Festival LGBT de Arte e Cultura Brasília Orgulho, organizado pelo coletivo que organiza a Parada do Orgulho LGBTS de Brasília. Há apoio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF. A entrada é franca. 
O  festival inclui ainda peça de teatro, debates, feira de livros e exposição fotográfica. 


Dentre as obras da mostra estão duas do diretor Lufe Steffen (A Volta da Pauliceia Desvairada e São Paulo em Hi-Fi), uma da diretora trans Julia Katharine, e duas realizadas no DF: Afronte e Cão Maior. 

Segunda, 18 – A Volta da Pauliceia Desvairada (1h35) – Presença do diretor Lufe Steffen Sinopse: Documentário sobre a vertiginosa noite LGBT de São Paulo. Um road movie movido a festas, música, moda, redes sociais, beijos, política, amor e sexo. 

Terça, 19 – São Paulo em Hi-Fi (1h40) – Presença do diretor Lufe Steffen 
Sinopse: Documentário histórico que resgata a era de ouro da noite gay paulistana, fazendo uma viagem pelas décadas de 1960, 70 e 80.

Quarta, 20 – Tea For Two (25 min). Presença da diretora Julia Katharine. Sinopse: Silvia é uma cineasta na crise de meia idade. Na mesma noite
em que é surpreendida pela visita da ex-esposa, conhece outra mulher que a fascina
.

Sexta, 22 – Afronte (16 min). Presença do diretor Marcus Azevedo. Sinopse: O doc-ficção mostra os múltiplos fatores que interferem na vida de negros gays e enaltece suas vivencias. Cão Maior (20 min) – Presença do roteirista e editor Gabriel Pimentel e o diretor Filipe Alves. Sinopse: Acompanha a história de Ícaro e João pelas cidades-satélites do Distrito Federal. Eles se conhecem durantes as férias e se apaixonam.