Símbolo da luta contra o HIV/AIDS
Símbolo da luta contra o HIV/AIDS (Foto: Reprodução/Internet)

A mostra O. X. E. S idealizada por Adriana Bertini abordando o tema da AIDS, ficará em cartaz até o dia 29 de junho, no Espaço Ophicina. A exposição tem como finalidade provocar o debate sobre o tema polêmico. O objetivo é diminuir o preconceito, principalmente no tocante à saúde sexual.

O título é a palavra SEXO de trás pra frente, é formada por instalação, obras tridimensionais. Entre eles colagens, moda, audiovisuais e série de fotografias. Adriana Bertini, artista plástica responsável pela exposição, conhecida pelo ativismo contra o HIV.

A artista já expôs em mais de 18 países, e possui obras em acervos como Fowler Museum UCLA, Musem of Sex NYC, ambos nos Estados Unidos. Assim como também no World Museum of Cultures da Suércia, e Central Museum da Holanda.


A exposição também tem a participação da médica e artista, Fabiana Gabaskallás. A curadoria da artista visual, Lucrécia Couso, em parceria com o médico infectologista Rico Vasconcelos. Institutos como a UNAIDS, Cultural Barong, o Fundo Posithivo  e a Impulse São Paulo, também apoiam o evento.

Durante o evento está previsto encontros abertos, com artistas, médicos, jornalistas, educadores e formadores de opinião. Os debates tem o objetivo de discutir o tema, compartilhando informações e promovendo uma interação entre os participantes. Nomes de peso confirmaram presença, como Michael Gottlieb, físico e médico imunologista que descobriu o vírus HIV em 1981.

A mostra tem entrada gratuita, ficando em cartaz até o dia 29 de junho, de segunda a sábado, no Espaço Ophicina, que fica na Rua Teodoro Sampaio, 1109, Pinheiro, São Paulo.