BILLY ELLIOT
BILLY ELLIOT (Foto: divulgação)

Indicado a três Oscars, o filme “Billy Elliot” (2000), de Stephen Daldry, narrou a história do garoto que sofreu preconceito do próprio pai. O pai minerador, movido por um prejulgamento hostil, ridicularizava a verdadeira vocação do filho: Bailarino. O menino ansiava ser bailarino na Inglaterra nos anos 1980. 

Segundo Metro, transposto para o palco, o roteiro de Lee Hall sobre tolerância em tempos difíceis ganhou trilha sonora composta por  Elton John. A trama tornou-se sucesso  também na Broadway, e venceu 10 prêmios Tony.

Veja mais: Café e memória LGBT50+: Sensualidade, Sexualidade e prevenção na velhice


Wanessa lança música em espanhol para série da Televisa: ”Foi uma surpresa”

O musical recebe agora sua primeira versão brasileira, estrelada pelos garotos Pedro Sousa, 10, Richard Marques, 14, e Tiago Fernandes, 12, e com o ator Carmo Dalla Vecchia na pele do papel de Billy.


No Teatro Alfa (r. Bento Branco de Andrade Filho, 722, Santo Amaro, tel.: 5693-4000). Estreia nesta sexta-feira (15). Sex., às 20h30; sáb., às 15h e 20h; dom., às 14h e 18h30.
De R$ 75 a R$ 310. Até 30/6.