Todxs
Todxs (Foto: Divulgação)

Um encontro que reúne jovens LGBTI+ de 18 a 26 anos será uma imersão realizada em São Paulo. O evento acontece entre os dias 30 de novembro e 2 de dezembro de 2018. Dentre os destaques está a Conferência de Jovens Líderes LGBTI+, que acontece no dia 1º de dezembro, às 16h.

A Conferência é organizada pela TODXS, startup que atua no empoderamento da população LGBTI+ brasileira. O encontro marca o encerramento do Programa TODXS Embaixadorxs, realizado nos últimos meses com 52 jovens de todo o país. Serão três dias intensos de muita aprendizagem, diversão, desafios e mudança!

Na ocasião, os participantes apresentarão os projetos de intervenção para sua comunidade construídos remotamente ao longo do Programa. A partir de atividades online, entre elas oficinas, voltadas para grupos minorizados no Brasil com ênfase na população LGBTI+. Além disso, atividades de comunicação, facilitação, liderança e outras competências também serão desenvolvidas.


Segundo o Relatório de Violência Homofóbica no Brasil, de 2013, a população entre a faixa etária de 18 a 24 anos foi a que mais sofreu violência no país. Os dados foram calculados com base nas denúncias do disque 100.

Gerente de Inovação e coordenadora do Programa Embaixadorxs, Barbara Zaidan conta da importância e das expectativas para o evento. “Divulgar os novos projetos e incentivar os novos líderes LGBTI+ em formação e conecta-los com os líderes de mercado. Vamos apresentar produções desenvolvidas ao longo do Programa e como elas podem contribuir para a sociedade. É um trabalho de formiguinha: executar os projetos em suas localidades e aí trazendo uma ideia de um Brasil mais inclusivo”.

Impacto

Além da confraternização e apresentação dos projetos, a TODXS fará o lançamento do Edital do Programa Impacto, que selecionará, dentre os projetos, aqueles que será acelerados no próximo ano. Serão 24 mil reais, obtidos por meio do edital Doritos Rainbow, destinados à aceleração de iniciativas.

“Neste ano, esperamos atingir mais de 1000 pessoas com os projetos acelerados no Impacto 2018. O Impacto tem como objetivo apoiar e acelerar projetos sociais. Queremos criar um ambiente e prover a estrutura necessária para que cada projeto trilhe seu caminho. Para isso, vamos utilizar de mentores LGBTI+ de mercado, consultores de metodologia de projeto, investimento financeiro, formação e criação de uma rede de cooperação.”, explica Caetano Oliveira, gerente do Impacto.

Em 2017, três projetos foram contemplados pelo edital Impacto. O “Minhas cores viram cinzas” realizou um ciclo de palestras em instituições de ensino públicas e de caráter social para combate à LGBTfobia. A iniciativa também distribuiu a cartilha informativa para professores e alunos.

O projeto “Digna” é uma plataforma de vagas que conecta candidatos LGBTI+ à empresas pró-diversidade e prospecta vagas para cadastro no site. O “LGBT+Movimento” é uma rede de afeto no Rio para pessoas refugiadas e imigrantes LGBTI+ que buscam refúgio na cidade. Além do acolhimento, o projeto promoveu a integração de trans venezuelanas no Rio de Janeiro no segundo semestre de 2018.