DASPU
DASPU [Foto: Daniela Pinheiro/Divulgação]

Um encontro que mistura moda, performance e música num desfile-show para celebrar a diversidade sexual, de gênero e corpo acontece no dia 24 de agosto (sexta-feira), no estacionamento do Goethe-Institut Salvador, dentro da 12ª edição do IC Encontro de Artes, que, de 21 a 26 de agosto, terá como lema “Arte como Luta”. A grife Daspu desfila sua mais recente coleção, inspirada nos corpos sem gênero definido que se reinventam na relação com a cidade, criadas em parceria com os estilistas Ale Marques e Marcita, com desenhos de Laerte.

Também estarão na passarela peças icônicas do acervo da Daspu, looks desenvolvidos em parceria com alunos do Curso de Moda da FUMEC/MG e ainda da nova coleção do Puta Dei Nacional, realizado em junho de 2018, que partem da cultura e energia paraenses, criados por um grupo de alunos do Curso de Moda da UNAMA, sob a coordenação de Fernando Hage. Johnny Braz, parceiro da puta parada, irá assinar a maquiagem e cabelo das modelos.

Participam deste momento duas integrantes da Rede Brasileira de Prostitutas – Lourdes Barreto, fundadora do movimento de prostitutas e do Grupo de Prostitutas do Estado do Pará (GEMPAC), e Cida Vieira, coordenadora da Associação de Prostitutas de Minas Gerais (APROSMIG) –, além de putas e ativistas da Rede Brasileira de Prostitutas (RBP) em parceria com a Associação de Prostitutas da Bahia (APROSBA) e a Associação Nacional de Travestis e Transexuais (ANTRA).


LEIA MAIS:

Adriane Galisteu ganha bordão “Cadê a POC?” em novela e movimenta redes sociais

“Não dizer o gênero que me identificava, depois de morta, seria um insulto insuportável”, afirma atriz trans Laverne Cox

A noite segue com show da bixa travesty Linn da Quebrada, que vem se destacando na música e na militância política nacional e internacionalmente, inclusive com apoio e reconhecimento do seu trabalho pela intelectual e ativista negra estadunidense Angela Davis. Os poderosos hits musicais de Linn da Quebrada são um convite à celebração do corpo e arma de combate a preconceitos.

Dez por cento da arrecadação da bilheteria do evento serão revertidos para a própria Daspu e para o Casarão da Diversidade, instituição baiana de apoio à comunidade LGBT.

SERVIÇO:

IC12: ARTE COMO LUTA

Linn da Quebrada (SP), Daspu (SP) e DJ Dolores (PE)

Quando: 24 de agosto (sexta), 20h
Onde: Estacionamento do Goethe-Institut Salvador-Bahia
Quanto: R$ 20 e R$ 10
Ingressos à venda em: www.sympla.com.br/ic
Classificação indicativa: 18 anos

DEIXE UMA RESPOSTA