Espetáculo Manifesto Inapropriado
Espetáculo Manifesto Inapropriado (Foto: Cauê Felix/Divulgação)

A cia Histriônica dá seguimento a temporada do espetáculo Manifesto Inapropriado, que aconteceu de quarta a domingo no Teatro de Arena Eugênio Kunest, em São Paulo, e propõe um debate sobre a homofobia, passeando pelo chamado teatro dramático, que retratam o preconceito, o medo e a ousadia.

A peça tem direção de Rodrigo Mercadante e o elenco composto pelos atores Lucas Sequinato e Ton Ribeiro e os músicos Paulo Ohana e Theo Yepez. Um poema do espanhol Federico García Lorca e uma carta do escritor Mário de Andrade ao poeta Manuel Bandeira revelam detalhes de uma intimidade de difícil aceitação transitam nos diálogos.

Leia Mais:


Atriz Salma Hayek afirma que produtor Harvey Weinstein a obrigou fazer cena de sexo lésbico

Pabllo Vittar anuncia show gratuito em São Paulo

A montagem também conta com performances, entre outras, da canção “É que Nessa Encarnação Eu Nasci Manga”, sucesso do grupo As Frenéticas, dubla “O Canto da Cidade”, de Daniela Mercury, além de prestar depoimentos sobre as manifestações da sexualidade na infância.

Serviço:

Espetáculo Manifesto Inapropriado

Quando: Quarta a Domingo, até o dia 23
Onde: Teatro de Arena Eugênio Kusnet – Rua Doutor Teodoro Baima, 94, República.
Quanto: R$ 30,00
Horário: de Quarta a sábado, às 20h; domingo, às 18h.