Símbolo da luta contra o HIV/Aids
Símbolo da luta contra o HIV/Aids [Foto: Reprodução/Internet]

Inspirada na tradicional marcha Aids Walk, que acontece anualmente em Nova York, a prefeitura de São Paulo, através da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania por meio da Coordenação de Políticas para LGBT, organizou a primeira edição da Caminhada da Aids na capital paulista, com o objetivo de conscientizar a população para a importância da prevenção ao vírus HIV e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST).

O coordenador de Políticas para LGBT Ivan Batista, o evento pretende ainda desconstruir estereótipos que fazem com que pessoas que vivem com HIV não tem boa qualidade de vida. “Ter HIV não é o fim da jornada, mas, sim, o começo de um novo caminho com maiores responsabilidades”, afirmou.

Leia Mais:


Websérie gay sobre convívio do HIV entre jovens estreia no YouTube

Lia Clark divulga making of do seu mais novo clipe; assista

A marcha terá sua largada a partir das 8h30 na Praça da República e seguirão até a rua Libero Badaró, no Boulevard São Paulo, onde será apresentado um show de encerramento com artistas que estão engajados na causa a partir das 11h30. Os interessados em participar da Caminhada, basta se inscrever no site oficial.

Segundo dados recentes divulgados pelo Ministério da Saúde, cerca 830 mil pessoas vivem com Aids no Brasil, sendo que deste universo 112 mil não sabem que são soropositivas. O relatório ainda apontou que 56% dos portadores da doença está em tratamento com terapia antirretroviral.