Violência doméstica é o tema do Setembro da Diversidade deste ano em PE

Bandeira LGBT
Bandeira LGBT (Foto: Reprodução/Internet)

A violência doméstica contra a população LGBT será o tema central do Setembro da Diversidade, série de eventos que acontece anualmente em Pernambuco, na qual dedica-se por um mês as questões ligadas a causa LGBT, que tem início a partir desta terça-feira (05).

Com o lema “Respeito Começa em Casa”, o manifesto irá abordar dados da Secretaria de Defesa Social (SDS), entre 2014 e 2016, 635 casos de violência domiciliar foram registrados com algum tipo de motivação homofóbica. Números informam ainda que 6% das mulheres que ligam para o disque 100, do Governo Federal, para relatar serem vítimas estupro corretivo, são lésbicas.

Leia Mais:


Maluma responde se pegaria Ricky Martin caso fosse gay: “Claro que sim”

Empresário do boxe inicia transição para se tornar mulher

A programação completa foi anunciada pela manhã, durante a abertura oficial na sede da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ), em Recife. Entre as atividades está a realização da 16ª Parada da Diversidade, que acontece no domingo, dia 17, e reunirá diversas atividades e shows. A concentração acontece no Parque Dona Lindu, a partir das 9h.

Antes, no dia 15 de setembro, acontece no Forte das Cinco Pontas, às 14h, o lançamento da Cartilha Sobre Saúde das Mulheres Lésbicas e Bissexuais. O evento irá distribuir exemplares e conscientizar as pessoas do bem estar feminino. A realização é da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde; Secretaria Estadual da Mulher; Secretaria de Saúde do Recife e Coletivo de Lésbicas e Mulheres Bissexuais de Pernambuco.


DEIXE UMA RESPOSTA